Exibir posts

Esta seção lhe permite ver todos os posts deste membro. Note que você só pode ver os posts de seções às quais você tem acesso.


Posts - Mamá

Páginas: [1] 2
1
Compra e Venda de Peças Buell / Re:Focal do farol
« Online: 07 Agosto, 2018, 18:04:28 »
Wendell é bem raro de achar viu. Como o Pimbox disse o Deco é uma opção mas caso não consiga só importando e mesmo assim não vai achar facil também viu.

2
Mecânica / Re:Retirada e instalação da bomba de combustível
« Online: 07 Agosto, 2018, 18:01:29 »
Pedro o barulho é normal, fique tranquilo, mesmo o Bosch também faz um pouco. Se um dia acontecer algo troque, mas por enquanto siga a sugestão do Pimbox e não faça nada...

3
Fotos de Sua Outra Moto / Re:Soledade, minha Tutu
« Online: 07 Agosto, 2018, 17:54:35 »
Parabéns pela motoca Chay. lembro quando saiu essa cor amarela era a mais, linda, não tinha um que não gostava. Foi no mesmo ano que saiu minha primeira Falcon que era Grená. E no final, foi o último ano delas pois Honda as tirou de linha só retomando posteriormente...

4
Fotos de Sua Outra Moto / Re:Mamá (minha outra motoca)
« Online: 07 Agosto, 2018, 17:50:29 »
Então Chay, vamos para as suas questões. Sobre a diferença de potencia é praticamente inexistente, acredito até que só se percebe no contexto técnico por dinamómetro ou algo assim. Não percebi quase nada e ainda identifiquei uma melhora. Nas carburadoras certas retomadas e trocas de marcha, principalmente dentro da cidade em baixa velocidade, as vezes elas dão uma engasgadinha, "morrem". Fora em dia de frio extremo pela manhã, as vezes também existia alguma dificuldade ao ligar, principalmente se você não está mais com a bateria plena.
Nada disso acontece na injetada. Nada.

Sobre consumo a minha carburadora na cidade fazia entorno de 18kmL. Na estrada entorno de 22KmL. andando em velocidade nas ambas de forma normal. Sem altas acelerações frenéticas, mas sem rigor de controle de consumo para ficar rendendo sabe.

Na injetada nesse mesmo sentido de uso, ela faz 20KmL cidade, e 24KmL, estrada. Porém já cheguei com controle de consumo na estrada a fazer 26KmL e se fosse rigoroso certeza que passava fácil.
Ou seja, mesmo não sendo muito já é uma melhoria.

 E existe outros benefícios que me incomodavam na antiga resolvidos nesta, agora não preciso mais de afogador, ela já vem com bagageiro embutido (na minha carburada estes adaptados até quebrou mesmo de marca boa), o escapamento é novo e não tem mais aquele metal que riscava e até machucava guarupa, o painel é totalmente digital e com relógio  além de um segundo hodometro parcial, e o melhor de tudo. As aletas laterais alargaram, devido a isso a vibração que existia em alta velocidade nas carburadores que parecia que você iria cair praticamente se eliminou por completo. 

E sobre peças discordo, essa mesmo estou a três anos só necessito fazer as revisões periódicas, nunca me deu nada e faço viagens com ela onde até atravesso estados. Acho que tudo depende do cuidado do dono, sendo nova ou antiga isto sempre fará a diferença.

abraços.

5
Assuntos Gerais / Re:Camiseta
« Online: 07 Agosto, 2018, 17:22:42 »
Opa! voltei pessoal! fiquei meio ausente por um tempo mas pretendo estar se não frequente aqui, pelo menos de forma regular. Infelizmente devido a minha profissão não consigo acompanhar o whats, só vejo fim de noite e tem dias que nem leio, quando acesso são mais de 500msg e por ai

Então Douglas, estava pesquisando sobre isso para o meu grupo da minha região. Achei uma pessoa que faz no ML e pedi para fazerem.
Conforme for o resultado posto aqui, se for bom, podemos retomar esta idéia, ok?
abraço!

6
Botéco / Re:MOTOGP/ WSBK/ SUPERBIKES BRASIL
« Online: 11 Agosto, 2017, 10:14:40 »
Alex barros dispara na pontuação, se tornando líder absoluto. Diego Faustino agora é o segundo colocado e Eric Granado vai para a terceira posição mas detalhe; ele não competiu a última prova pois está correndo no campeonato europeu. Destaque também negativo para o falecimento de um piloto na pista devido a um acidente. Por estas e outras que não temos a MOTOGP em Interlagos devido a falta de segurança integral com melhores áreas de escape etc...

Segue classificação atualizada do SUPERBIKES BRASIL (Apenas os 5 primeiros)

01   Alex Barros   Honda CBR 1000RR   87
02   Diego Faustino   Honda CBR 1000RR   65
03   Eric Granado   Honda CBR 1000RR   60
04   Wesley Gutierrez   Kawasaki Ninja ZX-10R   54
05   José Luiz Cachorrão   Honda CBR 1000RR   46

7
Botéco / Re:MOTOGP/ WSBK/ SUPERBIKES BRASIL
« Online: 11 Agosto, 2017, 10:06:04 »

O WSBK continua em férias desde minha última postagem, retornando dias 19 e 20 de Agosto no GP da Alemanha.

Segue classificação atualizada do WSBK (Apenas os 10 primeiros)

1-JONATHAN REA 341 KAWASAKI
2-TOM SYKES 282 KAWASAKI
3-CHAZ DAVIES 226 DUCATI
4-MARCO MELANDRI 189 DUCATI
5-ALEX LOWES 148 YAMAHA
6-XAVI FORÉS 132 DUCATI
7-MICHAEL VAN DER MARK 129 YAMAHA
8-LEON CAMIER 99 MV AGUSTA
9-JORDI TORRES 94 BMW
10-EUGENE LAVERTY APRILIA 89

8
Botéco / Re:MOTOGP/ WSBK/ SUPERBIKES BRASIL
« Online: 11 Agosto, 2017, 09:57:54 »
Marc Márquez venceu o GP da República Tcheca e conseguiu aumentar a sua vantagem na liderança do mundial de Motovelocidade em relação aos seus principais adversários pela luta do título da temporada 2017. Agora, a sua vantagem em relação ao segundo colocado é de 14 pontos, e de 212 em relação a Valentino Rossi, quarto colocado, sendo que anteriormente, a diferença entre o líder e o quarto na tabela era de apenas nove pontos.


Segue classificação atualizada da MOTOGP (apenas os 10 primeiros)


1º Marc Marquez – Repsol Honda: 154 pontos

2º Maverick Viñales – Movistar Yamaha: 140 pontos

3º Andrea Dovizioso – Ducati Team: 133 pontos

4º Valentino Rossi – Movistar Yamaha: 132 pontos

5º Dani Pedrosa – Repsol Honda: 123 pontos

6º Johann Zarco – Monster Yamaha: 88 pontos

7º Jonas Folger – Monster Yamaha: 77 pontos

8º Danilo Petrucci – Octo Pramac: 75 pontos

9º Cal Crutchlow – LCR Honda: 75 pontos

10º Jorge Lorenzo – Ducati Team: 66 pontos

9
Mecânica / Re:Retirada e instalação da bomba de combustível
« Online: 11 Agosto, 2017, 09:36:57 »
Aproveitando o tema gostaria de compartilhar uma experiência que tive como alternativa segundaria onde deu certo, é seguro (mesmo parecendo que não) e ajuda a quem não tem recurso ou mesmo ferramenta para poder içar a moto, pois este é um grande problema para quem vai fazer em casa por exemplo. 

Nós fizemos o seguinte;

1-Primeiro você tem de estar em duas pessoas (não dá para fazer sozinho).
2-Murche o penal traseiro consideravelmente, isto vai contribuir para você aumentar um pouco mais o espaço/angulo de saída.
3-Uma pessoa segura a moto lateralmente como apoio (apenas por precaução) semelhante como se você fosse deitar ela para o lado desta pessoa, só um pouco. onde ele não deve sair até o final do processo. Para uma segurança ainda maior deixe o pezinho abaixado.
4-Retire o pino da balança como nosso amigo Vallin falou, ajuda muito mesmo para ganho de espaço da saída da bomba.
5- A outra pessoa que está fazendo este processo coloca um pequeno macaco por baixo do escapamento e eleva ela um pouquinho, para finalizar totalmente a busca por espaço. Se atente a deixar bem firme.
6- Ao final a pessoa que está segurando de apoio ajuda um pouco trazendo para cima a traseira enquanto o outro retira a bomba claro pós já ter retirado parafusos etc.

Comigo deu muito certo e foi muito rápido, onde não tive nenhum tipo de susto ou algo parecido.




10
PAR DE ALÇA TRASEIRA NX 400 FALCON DE 2000 A 2008

PRODUTO ORIGINAL HONDA MUITO POUCO USADO POIS ASSIM QUE COMPREI A MOTO INSTALEI UM BAULETO ONDE ESSAS ALÇAS NÃO ERAM UTILIZADAS.

ÓTIMA CONSERVAÇÃO.

O PAR (LADO DIREITO E LADO ESQUERDO). APENAS R$104,00.

FAÇO UM DESCONTO PARA COLEGAS DO FÓRUM!

ABAIXO O LINK DE ANUNCIO.

http://sp.olx.com.br/sao-paulo-e-regiao/veiculos/pecas-e-acessorios/motos/alca-traseira-nx-400-falcon-2000-a-2008-267560329

11
Botéco / TIPOS DE MOTOCICLISTA (OU MOTOQUEIRO)
« Online: 07 Agosto, 2017, 16:41:41 »
Aqui está uma listagem de tipos de motociclistas, veja no qual você se enquadra. A ideia não é fazer nenhum tipo de discriminação ou algo do gênero e sim caracterizar de forma até bem humorada como cada um se comporta.


Motoqueiro:
Indivíduo bípede que anda sobre uma máquina que também tem dois pontos de contato com o solo. Notem que qualquer ser que consegue equilibrar-se sobre os quartos traseiros pode ser motoqueiro (com o preço que está uma CG 84 a álcool, qualquer um pode). Quando este indivíduo comprou seu veículo de duas rodas, acreditava que qualquer coisa sobre o asfalto com mais de duas rodas é um obstáculo a ser vencido (tem certeza que se tivesse comprado aquela DT 180 85 daria para pular por cima). Atualmente, depois de três multas por andar sem capacete, várias mijadas de guardas por estar de chinelo e sua foto (ou melhor, a da traseira da moto com ele cobrindo a placa com a mão enquanto "fazia bundão" pro pardal) espalhada por todas as repartições do Detran, ele É o dono da rua. Sua próxima aquisição será aquele ferrinho de pôr na rabeta para poder empinar sem estourar a lanterna traseira...Aí sim vai ser animal passar nos pardais.

Motociclista:
Ser humano sobre uma máquina de duas rodas. Se considera a casta nobre dos condutores de veículos motorizados, pois só anda de capacete, não grita "Volta pra cozinha!!!!" quando uma mulher inadvertidamente lhe fecha no trânsito e nunca joga papel de bala no chão. Não consegue ficar 15 minutos sem pensar na sua possante, e acha que não existe coisa melhor no mundo do que andar de moto. Se sua mulher deixasse, guardava a moto na sala de jantar. Mas como não há substituto para sexo, guarda a moto debaixo de uma lona na garagem mesmo (mas só cobre depois do motor esfriar, nem que tenha que ir até a garagem as 3:00 horas da manhã mais fria do inverno para cobri-la).

Biker:
Ser totalmente sui generis. Também se considera de uma casta nobre, mas de um filó absolutamente diferente dos demais. Começou aos 10 anos com uma Caloi Super, de quadro de ferro e 10 marchas (era o moleque mais rápido do quarteirão no Polícia e Ladrão sobre bicicletas). Quando cresceu e virou gente, a 1ª moto que comprou foi uma RD350, que passava horas lavando e encerando. Divertiu-se muito com esta RD ("Meu, tu não acredita em quantos minuto fiz do trampo pra casa, e isso ao meio-dia"). Aí ganhou mais dinheiro, teve dois filhos, trocou a Parati rebaixada com vidro fumê por um Santana de 4 portas e comprou uma esportiva. Mais de 130 cavalos, sem contar o condutor, e velocidade final de 270 km/h (mas com o Coyotão que ele vai colocar vai passar dos 285 frouxo). Sua diversão é subir até o topo da serra e descer, uma vez atrás da outra, das 8:00 às 11:30 de todo sábado de sol, fazendo todas as curvas na horizontal. Sempre se veste com uma jaqueta que se liga por zíper à calça, das cores mais psicodélicas possíveis e que geralmente custam um valor de 4 dígitos. Quando chega em casa pro almoço depois do exercício de sábado, a 1ª; coisa que faz é abrir a jaqueta de guerreiro do futuro pós-apocalíptico e amarrar as mangas na cintura e em seguida atacar a geladeira atrás de líquidos, pois quase desidrata de tanto suar dentro do uniforme. Depois de beber dois litros de água, suco, chá, cerveja, etc, beija a mulher (como sempre ela manda ele tomar banho porque está fedendo chulé) e vai vistoriar os novos riscos nas pedaleiras que fez naquelas curvas animais da serra. E pensa consigo mesmo "Até sábado que vem ponho o Coyote, aí sim vai dar para aproveitar toda a potência da moto".

Coxinha:
Na verdade, esta definição serve para todas as tribos. É aquele ser que tem um veículo de duas rodas dentro da sala de TV. Acha que o importante é ficar babando em cima da moto, e só anda com ela nos fins de semana de sol e quando emenda um feriadão e não vai viajar com a patroa e os 3 filhos. Seu maior prazer é sair de carro com os amigos e falar de motos. Quando sai para dar umas voltas (depois de entrar no site do Inmet para ver se corria risco de tomar chuva naquele sábado de céu azul), não para em sinaleiro sem ficar acelerando o motor. Geralmente sai no gás para frear em cima do carro em frente a 30 metros. Sua política é que moto é a melhor coisa do mundo, mas em viagem de mais de 30 km é melhor ir de carro por ser mais seguro, ter rádio toca-fitas com magazine de 12 CDs no porta-malas, ar condicionado, etc. Além do mais, não sei não, mas parece que vai chover semana que vem, por isso não sei se vai dar pra ir junto com vocês...

Tiro Curto:
Denominação dada a um ser vivente sobre duas rodas que vai a qualquer encontro, em qualquer lugar, pagando ou não, com qualquer tempo, mas raramente chega lá no dia programado. Sempre fica no meio do caminho para arrumar um probleminha na moto que só depende de se conseguir uma pecinha na cidade vizinha. A sua moto é o arquétipo da moto ideal, mecanicamente perfeita, e aqueles barulhinhos irregulares são charme. A bomba de óleo que estourou ontem, o fluido de freio vazando na semana passada e a torneira de combustível entupida do último encontro (30 dias antes) são coisas da vida que acontecem com qualquer um. Geralmente é o 1º a apoiar a ideia do MC comprar uma carretinha pro carro de apoio ("Lembra daquela vez que o Ciclano teve de dormir naquele motel pulgueiro? Ainda bem que não estava junto, já que minha moto estava na revisão, mas se a gente tivesse a carreta vocês poderiam ter colocado aquela porcaria da moto dele em cima"). Facilmente reconhecido, pois conhece os nomes de todo mundo na sua concessionária, do mecânico-chefe ao gerente ao cara de CG que faz entregas. Quando consegue chegar de volta de um encontro sobre a moto (e não dentro do carro de apoio) fala pra todo mundo que este foi um dos melhores encontros que aquela cidadezinha já fez. Muito melhor que o do ano passado, pois de tanta chuva (na verdade era uma garoa forte) molhou as velas e teve de dormir num hotel na entrada da cidade que lhe cobrou uma nota preta. "Este ano foi diferente, a organização não deixou ninguém nos explorar com hotéis caros... Aquela mancha de óleo ali? Isso é óleo que jogaram embaixo só para me sacanear. Esta moto não dá oficina".

CGzeiro:
Começou com uma Turuna 80 (aliás, impecável) do tio dele e agora está já na sua 3ª Today. Seu sonho de consumo era uma Titan ES, mas agora com a YBR, está em dúvida...se a troca de óleo for mais barata pode até pensar. Entre seus amigos é muito querido, pois além de fazer zerinhos perfeitos ("aquela vez que a moto escapou e acertou um Palio 16v estacionado do outro lado da rua foi porque a rua ali na frente do colégio tem muita pedrinha solta por causa dos ônibus que passam de monte") faz a melhor antena corta-cerol do bairro. Pensa um dia escrever para a Duas Rodas e perguntar se não querem fazer um teste com seu corta-cerol. Numa dessas pode até começar a faturar uns trocados com os pedidos...

Superbiker:
Ser sobre duas rodas bastante curioso. Sua filosofia de vida é chegar lá. Não importa onde, desde que seja rápido. E antes dos colegas com aquelas velharias de 1998. Seu modo de trajar é bastante semelhante ao do biker, mas diferem por sempre usarem capacetes de fibra de carbono com kevlar trançado, viseira ante embaçante e a prova de impactos e cinta jugular acolchoada de nylon anti-alérgico que pesa somente 127 g. Têm um jeito peculiar de andar quando estão sobre os próprios pés, pois sempre inclinam a cabeça para frente para melhorar a penetração aerodinâmica. Não são muito vistos sobre as motos, pois quando você vai olhar eles já passaram. Detestam andar devagar, pois o pressurized air charged direct double induction system só começa a funcionar a partir dos 195 km/h (se bem que a nível do mar já entra nos 185 km/h). Além do mais, andar a menos de 200 km/h é coisa de frouxo. São facilmente reconhecíveis nas boates dos encontros, pois sempre são os primeiros a chegar, e quando se pergunta a um deles se o túnel na BR ainda estava em reformas eles respondem "Reformas? Não vi máquina nenhuma...". Outra característica marcante é seu ódio descomunal a insetos. Isto porque dói pra cacete levar uma besourada no pescoço a 298 km/h. Acredita piamente que até o ano 2010 estarão em produção motos de série que rompem a barreira do som ("Aí sim vai dar para curtir o vento no rosto...").

Cruiser (Custom):
Seu nome é derivado do tipo de moto de duas rodas que pilotam. Sua filosofia de vida é ir, não importa quanto tempo leva nem se vão chegar lá. Só ouvem rock, e respiram couro e comem cromo. Se não for cromado não presta. Vestem-se dos pés a cabeça com roupas de couro (até no capacete as vezes), incluindo-se cuecas e meias, geralmente na cor preta. Além do couro, adoram usar penduricalhos presos a roupa, como correntinhas, broches, etc. Não gostam muito do verão por que no sol toda esta roupa preta esquenta pra cacete. Consideram-se os bad boys do reino de duas rodas, mas a maioria pede: "por favor, não fala palavrão" e até respeitam mulheres no trânsito. Também não gostam de insetos, pois como geralmente usam elmos abertos, detestam comê-los quando estão pilotando. Nos encontros, se você perguntar se o túnel na BR ainda está em reformas, respondem com detalhes, pois andam tão devagar que conseguem até ler o nome nos crachás dos trabalhadores.

Trilheiro:
Este ser não faz parte da fauna urbana, pois só se sente a vontade quando está no meio do mato. Seu credo é "no barro é que me realizo". Estes bípedes só são felizes quando estão com barro até a cueca, já que andar no asfalto é coisa de mariquinha. Quanto mais chover melhor, pois assim a trilha estará bem enlameada. É um dos poucos seres sobre motos que sabe lavar roupa, pois sua mulher se recusa a pôr a mão ou deixar que a empregada lave aquela imundície que é a roupa dele andar de moto. Detestam os coxinhas e flanelinhas (ver abaixo), já que moto limpa não presta e é no mínimo coisa de fresco. Não vão muito a encontros, pois só existem encontros em cidades, nunca na terra ou no mato, e andar no asfalto é coisa de mariazinha.

Flanelinha:
Também é uma categoria de ser, sendo encontrado em todas as tribos e filos. Este ser bípede tem como meta na vida deixar sua moto brilhando. Não existe coisa pior que mancha ou sujeira. Também são uns dos poucos que lavam roupa, pois só usam roupa limpa ao andar de moto para não sujar o banco. Nos encontros que vão (apenas na época de seca e somente em cidades limpas) ganham todos os prêmios de moto mais bem conservada. Caracteristicamente sempre carregam um paninho, pois sempre pode aparecer uma sujeirinha. Conhecem de cor nomes e fabricantes de todas as marcas e tipos de ceras e polidores, além de conseguirem citar de traz para frente a sequência de lavagem de sua moto. Uns chegam ao ponto de plastificar a moto inteira ("Sabe como é, radiação ultravioleta pode danificar a pintura. Nunca dá para descuidar"). Nos encontros, para achá-los é só ir onde estão as meninas em trajes mínimos lavando motos. Geralmente tem um flanelinha ajudando ou ensinado elas a lavar.

Estradeiro:
É uma espécie de nômade, que ainda não conseguiu criar raízes em lugar algum. Na dúvida, ele pega a estrada, não importa pra onde, desde que seja longe. Também não se importa em quanto tempo vai levar ou se tem alguma coisa lá, o importante é ir. Uma de suas características é transformar a moto num motorhome, com malas, alforjes, bagageiros, mochilas e pochetes por tudo, sempre com um 2º capacete em cima da pilha mais alta. O único ser sobre duas rodas que acha que talvez não seja totalmente verídica a estória que todo caminhoneiro tem a mãe na zona. Afinal, naquela viagem do mês passado ao Aconcágua que fez saindo pela Transamazônica, foi um caminhoneiro que lhe deu carona de volta a Manaus quando o pneu traseiro rasgou. Também não gosta de insetos, porque deixam aquela mancha verde na viseira. Sempre que se encontrar um estradeiro e ele disser já volto, desconfie, pois pode resolver que faz tempo que não vai às Missões e só voltar dali a um mês. Se pudesse, trocaria o irmão mais novo para ir de moto à Daytona. Saindo da Terra do Fogo, é claro.

Motoclube:
Uma reunião formal, legalizada e com estatuto de seres sobre duas rodas. Normalmente, é composto por apenas uma espécie de ser, e todos são identificados por uma jaqueta ou colete de preferência bem surrados com uma figura nas costas e escrito embaixo "Pelo asfalto, minha vida" ou qualquer outro dizer imperioso assim. Quanto mais coisas e penduricalhos conseguir colar, costurar ou amarrar no colete ou jaqueta, melhor. Seus integrantes, nos encontros, só se misturam com integrantes de outros MC de seres da mesma espécie, e sua principal diversão é falar mal dos encontros pagos e das outras espécies. Alguns até tem sede própria, onde fazem as reuniões para decidir que encontro pagos vão boicotar ou qual membro vai ser punido por não usar o broche do grupo no último encontro que foram. A maior ocupação de seus integrantes é confeccionar adesivos para poderem trocar com os outros MC e aí colar no painel da sede. Os Motoclubes mais abonados mandam pintar o carro de apoio, a carretinha e a sede inteira com as cores do grupo, e com uma baita brasão na parede (no carro de apoio colocam aqueles adesivos magnéticos com o emblema do MC nas portas). Para se relacionar bem com estes seres, é necessário certo conhecimento de zoologia para se poder saber qual o bicho é o animal que adotaram como símbolo (além dos seus hábitos, se é carnívoro, onde se encontra, seus ritos de acasalamento, etc).

Trampolim/Chupim:
Aquele que te usa para se lançar no meio motociclistico, só sabe pedir ajuda e auxilio porém não retribui em nada em nenhum momento...!!!

PARAQUEDISTA:
Surge do nada, viaja com você para conhecer a região e identificar quem são os amigos que oferecem hospedagem e refeições 0800, para usufruir em sua próxima viagem, sozinho é claro...!!!

FANTASMA:
Só aparece dias antes de uma grande viagem, para pedir dicas e auxilio, depois que volta de viagem e quando tem outros amigos na estrada, ele some nunca está disponível para auxiliar...!!!


12
Assuntos Gerais / Re:Dados de fabricação dos modelos
« Online: 04 Agosto, 2017, 20:16:53 »
Seria muito bom se conseguimos os números do que vieram aqui. Fiz uma pesquisa uma fez de fonte confiável porém não achei os dados fidedignos .

13
Encontros / PASSOS MOTORCYCLE- 2017
« Online: 28 Julho, 2017, 12:18:08 »
Fala galera tudo bem?

Mês que vem estarei indo com o pessoal do meu moto grupo no moto-encontro de Passos MG, considerado um dos melhores do Brasil. Será que vamos ver mais Bulleiro's por lá?
Segue abaixo o anuncio e link, onde da para ver fotos dos últimos anos entre outras coisas.

"De motociclistas para motociclistas, grandioso, organizado, surpreendente. Este é o Passos Motorcycles no meio das serras, do charme, e da natureza exuberante de Minas Gerais.
 
Nos dias 18, 19 e 20 de agosto de 2017, você é nosso convidado para este mega evento.
SURPREENDA-SE VOCÊ TAMBÉM ".


VAI TOCAR IRA! E TITÃS!!

https://www.passosmotorcycles.com.br/

14
Pneu dianteiro se encontra "meia vida", pode ser usado ainda por um tempo.
O traseiro está desgastado um pouco, mais a aba central, porém as laterais estão ótimas, ideal para utilizá-lo em um track day.

Preço dos dois! 210,00!!

 Excelente valor para desfazer, mesmo usado nas mesmas condições no mercado você vai pagar quase o dobro!

Faço um desconto para os amigos que sejam do fórum Buell Brasil.

Segue o link do anúncio com fotos.

http://sp.olx.com.br/sao-paulo-e-regiao/veiculos/pecas-e-acessorios/motos/pneus-de-moto-pirelli-scorpion-dianteiro-traseiro-zr-aro-17-o-par-238160677]

15
Compra e Venda de Peças Buell / Re:Importação de peças
« Online: 28 Julho, 2017, 09:40:06 »
Complementado o comentário do colega Paulo, a SX 2017 veio como o nome de Black Lighting, o que muda para o modelo de produção convencional foi os ajustes técnicos afim de melhorar a entrega de torque e aceleração, suspensão com leve redução de altura, e banco modificado o posicionamento melhorando o conforto, ser toda preta, e a adesivação "Black Lighting", nada mais além disso.

segue um link de pequena matéria quando foi lançada.

https://www.motoroids.com/news/ebr-black-lightning-to-ride-into-long-beach-international-motorcycle-show/

16
Passeios de Buell / Re:Buell XBdition 2 2017
« Online: 28 Julho, 2017, 09:28:28 »
Imaginei mesmo que você havia pesquisado Per. Bem, lhe desejo boa sorte e muita cautela e cuidado. Se precisar de algo me chame, tenho colegas por lá, Pará, entre outras bandas daquela região caso preciso de alguma ajuda!

abraços.

17
Assuntos Gerais / SEGUROS/RASTREADORES - BUELL
« Online: 27 Julho, 2017, 19:23:21 »
Fala pessoal, tudo bem?

como no grupo de whats iniciou-se um conversa sobre seguros resolvi abrir este tópico. Falem quanto vocês pagam, região, idade, indiquem corretores (se tiver algum no grupo se expresse), enfim informações em geral sobre o tema!

Moro na ZL em SP, casado 33 anos pago 2.600. Por incrível que parece na região isto não é tão fora do padrão. utilizo atualmente a corretora SsanService, considero muito boa. Segue o contato- 3661-3767. Fica na Vila Mariana.

18
Passeios de Buell / Re:Buell XBdition 2 2017
« Online: 27 Julho, 2017, 18:27:47 »
Per é claro que você já sabe mas só citando, está época do ano transamazônica, Manaus chove demais. Tenho uma colega que mora em Manaus e sempre me diz que fica chovendo dias as vezes semanas seguidas, gerando alagamentos etc. Vc está levando em consideração no seu roteiro?

19
Botéco / Re:27/07 dia do motociclista
« Online: 27 Julho, 2017, 18:22:27 »
É isto ai, união, parceria e diversão é o que nos une!

aproveitando o momento, vamos entender o significado da palavra ao "pé" da letra do que é o motociclismo em si e nossa história resumida...


O motociclismo é uma disciplina que implica tudo o que diga respeito a conduzir um motociclo. É também uma modalidade desportiva que envolve o uso de motos em diversas formas competitivas como velocidade, motocross, enduro e outras. O primeiro motociclo data do final do séc. XIX e era basicamente uma bicicleta a motor. Daí evoluiu até aos versáteis motociclos dos dias de hoje.

A primeira prova de motociclismo que se tem conhecimento aconteceu no dia 29 de novembro de 1897, em Surrey, subúrbio de Londres, na Inglaterra. A prova, chamada de Motorcycle Scrambles, foi o nascimento do motociclismo de competição. Aliás, os ingleses criaram a expressão "Se existe alguma coisa melhor que motocicleta, Deus guardou-a para si no céu" ("If there is anything better than a motorbike, God must have kept for him in heaven").

Em 22 de dezembro de 1904, é criada a Federação Internacional de Motociclismo. Porém, somente após a 2ª Guerra Mundial que começou a ser realizado o campeonato mundial (conhecido atualmente como MOTOGP). O torneio das nações começou a ser disputado em 1947, o Mundial de Cross, em 1957. O maior campeão da modalidade foi o italiano Giacomo Agostini, com 15 títulos mundiais em várias categorias. O nome de Giacomo Agostini está indissoluvelmente ligado ao da marca MV Agusta.

O Rali Dakar, que também envolve motociclos, é considerado o mais exigente e duro percurso todo-o-terreno.

20
Assuntos Gerais / Re:Camiseta
« Online: 27 Julho, 2017, 18:14:50 »
Se alguém quiser fazer eu topo. Mas sinceramente para mim está demais assim, nem precisaria por nosso logo nem nada!

21
Chassis / Re:Freios
« Online: 27 Julho, 2017, 18:08:09 »
Aproveitando o ensejo para quem não sabe, uma das marcas mais fáceis de se achar no mercado pastilha de freio para nossas Buell's e considerada muito boa por quem já utilizou é a EBC. Além de cobrar um preço justo.

22
Fotos de Sua Buell / Re:Mamá- Minha Cherry Bomb
« Online: 27 Julho, 2017, 18:01:19 »
he he he... Então Aranha quem tirou mesmo foi um fotógrafo profissional, já contratamos ele algumas vezes o cara é bom. Eu fiz meu aniversário no point de motos do meu grupo da região e fui com a Buell ai pedi para ele tirar umas fotos dela. Se quiser lhe passo o contato dele. Depois vou postar sobre este point aqui, é muito legal na ZL, pra quem curte moto e Rock é um prato cheio!

23
Cursos / CURSO DE PILOTAGEM SEGURA GRÁTIS!
« Online: 17 Julho, 2017, 12:13:02 »
Aproveitem pessoal!

Curso gratuito e online, promovido pelo CET/SP



Curso de Pilotagem Segura
O Curso de Pilotagem Segura visa desenvolver valores de segurança e cidadania e promover o aprimoramento de técnicas de pilotagem de motocicletas.

A quem se destina

- Empresas que buscam o aperfeiçoamento de seus empregados usuários de motocicletas
- Motociclistas que, individualmente, almejam seu aprimoramento
Conteúdo
Divide-se em 4 módulos. Ao longo do curso o aluno contará com o apoio pedagógico professores (tutores). O atendimento será feito por telefone e/ou email.

Módulo 0 - Ambientação no Blackboard:
* Publicação do perfil no ambiente;
* Apresentação da navegação do curso;
* Dicas de organização do tempo para estudo;
* Apresentação dos objetivos do curso / introdução da abordagem criativa.

Módulo 1 - Histórico da motocicleta e equipamentos de segurança:
* Motocicleta: como tudo começou;
* Atividade;
* Motocicleta nos dias de hoje (motociclistas no trânsito sp);
* Equipamentos de proteção.

Módulo 2 - Pilotando de forma segura:
* Inspeção e manutenção;
* Pilotagem segura;
* Atividade.
* Como você pilota;
* Pilotando nas curvas;
* Frenagem;
* Transporte de passageiro;
* Estacionamento.

Módulo 3 - Evitando acidentes:
* Distância de segurança do veículo à frente;
* Condições adversas;
* Condições físicas e emocionais;
* Atividade;
* Riscos de acidentes na via.

Módulo 4 - Interação dos motociclistas no trânsito:
* Cruzamentos;
* Motociclista e pedestre;
* Atividade;
* Procedimento caso de acidente de trânsito;
* Como seria o transito sem sinalização;
* Jogo das placas.

Carga horária
O curso tem carga horária de aproximadamente 8h distribuídas ao longo de quatro módulos a serem cursados durante 2 semanas.
Site CET/SP
http://www.cetsp.com.br/consultas/educacao/ensino-a-distancia/condutores/curso-de-pilotagem-segura.aspx

25
Encontros / RODNEY FEST (Paraibuna-SP) 08/07/2017
« Online: 12 Julho, 2017, 02:06:38 »
Bem pessoal como havia prometido segue algumas fotos da festa do Rodney!

26
Fotos de Sua Outra Moto / Mamá (minha outra motoca)
« Online: 12 Julho, 2017, 01:52:55 »
Esta é minha Falcon modelo Africa Twin, edição limitada (uma tiragem de apenas 2.000 unidades) inspirada no grafismo da própria Africa Twin. Este é o último modelo do último ano de produção da Falcon. Ela é minha segunda Falcon, tive também a última com carburação quando ela encerrou pela primeira vez a produção em 2008.   

27
Fotos de Sua Buell / Mamá- Minha Cherry Bomb
« Online: 12 Julho, 2017, 01:35:00 »
Bem pessoal esta é minha motoca Cherry Bomb, 2009. Quando a comprei tinha apenas 6.200km, demorei muito para encontrar uma nas condições em que queria (sem modificações, Km baixo). Foram em torno de 3 meses e só a encontrei em MG- BH. Sou muito satisfeito e feliz com ela em todos estes anos que a tenho.

28
Botéco / Re:MOTOGP/ WSBK/ SUPERBIKES BRASIL
« Online: 12 Julho, 2017, 00:23:47 »
Segue classificação atualizada do SUPERBIKES BRASIL (Apenas os 5 primeiros)


Alex Barros conseguiu assumir a liderança do campeonato apenas por um ponto de diferença. Está um pega pau a pau entre ele e Eric Granado onde ambos tem uma diferença de mais de 25 anos de idade...


01   Alex Barros   Honda CBR 1000RR   61
02   Eric Granado   Honda CBR 1000RR   60
03   Diego Faustino   Honda CBR 1000RR   49
04   Wesley Gutierrez   Kawasaki Ninja ZX-10R   43
05   José Luiz Cachorrão   Honda CBR 1000RR   33

29
Botéco / Re:MOTOGP/ WSBK/ SUPERBIKES BRASIL
« Online: 12 Julho, 2017, 00:17:52 »
Segue classificação atualizada do WSBK (Apenas os 10 primeiros)

Jonathan Rea continua voando e líder isolado no campeonato, as Kawasaki's reinam absoluto. Destaque para a MV Augusta com baixo investimento em 8 posição, e o péssimo desempenho da Honda neste ano que infelizmente, teve a perca do piloto campeão mundial que faleceu devido a um acidente de trânsito Nick Raiden.


1 JONATHAN REA 341 KAWASAKI
2 TOM SYKES 282 KAWASAKI
3 CHAZ DAVIES 226 DUCATI
4 MARCO MELANDRI 189 DUCATI
5 ALEX LOWES 148 YAMAHA
6 XAVI FORÉS 132 DUCATI
7 MICHAEL VAN DER MARK 129 YAMAHA
8 LEON CAMIER 99 MV AGUSTA
9 JORDI TORRES 94 BMW
 10 EUGENE LAVERTY 89 APRILIA

30
Botéco / Re:MOTOGP/ WSBK/ SUPERBIKES BRASIL
« Online: 12 Julho, 2017, 00:06:36 »
Segue classificação atualizada do MOTOGP (apenas os 10 primeiros)

Marc Marquez é o líder do mundial com apenas 5 pontos de diferença do segundo o Vinãles. Literalmente os 5 primeiros colocados tem chance de ser campeões, este é um dos campeonatos mais disputado de todos os tempos. No momento eles estão de férias mas este segundo semestre promete...




1   Marc Marquez   Honda   Espanha   129
2   Maverick Vinales   Yamaha   Espanha   124
3   Andrea Dovizioso   Ducati   Itália   123
4   Valentino Rossi   Yamaha   Itália   119
5   Dani Pedrosa   Honda   Espanha   103
6   Johann Zarco   Yamaha   França   84
7   Jonas Folger   Yamaha   Alemanha   71
8   Danilo Petrucci   Ducati   Itália   66
9   Jorge Lorenzo   Ducati   Espanha   65
10   Cal Crutchlow   Honda   Inglaterra   64

Páginas: [1] 2